TORCELLO

Carrinho de Compras (0)

subtotal

em até 3x sem juros de

sobre a TORCELLO

Uma das menores ilhas de Veneza chama-se Torcello, e dessa forma, por sermos uma das menores vinícolas instaladas no Vale dos Vinhedos , fizemos alusão a ilha. Já a escolha do símbolo da Vinícola, Leão Alado de São Marcos, deu-se pelo fato de o Leão representar proteção. Sendo assim, o símbolo remete a proteção do Leão Alado sobre os vinhos por nós elaborados. Os primeiros vinhos foram elaborados em 2005, e a abertura do varejo aconteceu em 2007. Hoje a Vinícola elabora vinhos, espumantes e sucos em pequena escala, buscando sempre a qualidade.

Processo de elaboração

A elaboração dos produtos Torcello inicia com um trabalho simples e natural, onde a sabedoria se alia a sensibilidade, buscando extrair da matéria-prima o máximo de sabor. Resultado disso, um vinho típico, que difere de safra em safra, mas que mantém a personalidade de quem ama o que faz.

A colheita das uvas, provenientes do Vale dos Vinhedos, se dá, preferencialmente, nas primeiras horas da manhã, onde somente são retirados da videira os cachos que atingiram o ponto ideal de maturação. Logo em seguida, as uvas, sempre em pequenas quantidades, são transportadas até a Vinícola, onde uma máquina de fabricação italiana (desengaçadeira) separa os grãos do cacho, para logo em seguida rompê-los e depositá-los em um tanque fermentador, onde tem início o processo de fermentação.

A pequena produção anual de apenas 20 mil garrafas de vinhos, entre tintos e brancos, 15 mil garrafas de espumantes e 60 mil de suco de uva, permite que o processo de elaboração seja feito de forma totalmente artesanal e controlada.

Ao atingir o ponto ideal, cuidadosamente os vinhos são envasados em garrafas de 750 mL, passando por mais um período de maturação em cave

Após o término do processo fermentativo, os sólidos (semente + casca) são separados do vinho através de uma peneira e o vinho é transferido para tanques reservatórios de aço inox. Nesses tanques ocorre a decantação natural dos resíduos (borra). O tempo de permanência do vinho nos tanques reservatórios varia de 09 a 18 meses.

Para a Linha Tradizionale de vinhos que engloba Merlot, Cabernet Sauvignon e Tannat, durante o período de limpeza do vinho em tanques de inox, uma parcela desse mesmo vinho (50%) é destinada ao envelhecimento em barricas de carvalho americanas/francesas por um período de seis meses. Vinhos da Linha Tradizionale sem envelhecimento em barricas de carvalho: Moscato Giallo e Merlot Rosé.

E para Linha Gran Speciale (Perfetto Merlot, Perfetto Tannat, Perfetto Malbec, Remy Valduga e Chardonnay), após a limpeza da borra em tanques de aço inox, 100% do vinho é destinado ao envelhecimento em barricas de carvalho, de primeiro uso, por um período mínimo de oito meses para os vinhos tintos e quatro meses para o Chardonnay.